13307475_10204875456846391_5346261323840110762_nPublicado hoje (30/05/2016, página A2 – jornal A Tarde)

Verdades e mentiras

Ranieri Muricy Barreto
Economia e professor da Ucsal

Como um rio que nasce bem pequenininho e não para de correr, normalmente de uma área alta para seguir seu curs o ao encontro de lagos, outros rios ou mares, um golpe foi perpetrado no Brasil de forma ardilosa. Os “de cima”, mídia, judiciário, políticos retrógrados, polícia federal etc. planejaram cada passo para contaminar os “de baixo”, a economia, os trabalhadores, as famílias.

Utilizaram a democracia como arma letal, na medida em que o governo democrático e popular criou as condições para punir aqueles que se locupletaram da coisa pública, empresários e políticos. Nessa linha, a Teoria do Domínio do Fato subsidiou a condenação de muitos sem provas, baseando-se apenas no relato de outros que, covardemente, para livrar a sua pele, atribuíam culpa a outrem, ao tempo em que maculavam a honra de homens de bem.

Na perspectiva de Hannah Arendt (Verdade e Política, Lisboa Editora 2005), os fatos históricos, no âmbito da política, são manipulados e inoculados na cabeça das pessoas e, concomitantemente, nova verdade histórica vai sendo construída. Veja leitor, a semelhança com o que exponho. Todos os dias a grande mídia, em todos os lares, apresenta sua pauta de interesse, antecipa mentiras, sonega verdades, constroi histórias ao sabor da ínfima minoria da população que passa seus valores de classe, valores burgueses, como se fossem valores de toda a população, inclusive daquela beneficiária de políticas sociais.

O enfrentamento às políticas de matiz neoliberal, promovido pelo governo Lula, possibilitou a mudança no caráter do Estado brasileiro. Universalizou direitos, valorizou o salário mínimo, ampliou os programas sociais e manteve o crescimento econômico. Ainda fortaleceu a jovem Democracia, agora solapada, e garantiu a inserção soberana do Brasil no resto do mundo.

Enfim, cabe às esquerdas e aos setores progressistas muita reflexão para que o caminho de volta seja breve. Anos de luta e conquistas não podem se dissipar com a volta do nefasto neoliberalismo proposto por Temer, ficha suja, e sua equipe de “notáveis”.

Galeria | Esse post foi publicado em Arquivos, Artigos, Bahia, Baiana, Brasil, Economia, Internacional, Mundo, Nacional, Política, Sem categoria e marcado , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s